PRINCIPAIS TIPOS DE TABACO

Os três tipos de tabaco mais comuns são Virginia, Burley e Oriental.

 

TABACO VIRGINIA

O tabaco Virginia recebeu o nome do estado americano onde os ingleses começaram a cultivá-lo, em 1612. Pertence à classe "flue-cured" (as folhas são submetidas a um jato de ar quente que as seca) e é muito apreciado porque é doce, suave, aromático e tem uma ótima combustão. É cultivado em todo o mundo: na América do Norte (Virgínia, Carolina do Norte e do Sul, Geórgia, Florida e Alabama), na América do Sul (Argentina e Brasil), em África (África do Sul, Zimbabwe, Malawi, Tanzânia e Zâmbia), na Ásia (Índia, Paquistão, Filipinas, Coreia do Sul, Tailândia, Japão e, sobretudo, China), na Oceânia (Austrália e Nova Zelândia), na Europa (países do leste, Grécia, Itália).

 

TABACO BURLEY

O tabaco Burley tem uma cor mais escura relativamente a outras variedades porque é "air cured" (as folhas são secas ao ar até atingirem uma cor que vai do castanho claro ao castanho escuro). Tem um sabor semelhante ao do charuto, é produzido sobretudo nos EUA, mas é cultivado também na Europa, Ásia, África e América do Centro e do Sul.

 

AS VARIEDADES ORIENTAIS

Os tabacos orientais pertencem à classe "sun-cured" (as folhas são secas por exposição ao sol). Caracterizam-se por uma folha pequena amarelo dourado, mas podem encontrar-se também em cores mais escuras, do amarelo esverdeado ao castanho. São muito aromáticos. A cultura concentra-se sobretudo nas zonas costeiras do Mediterrâneo oriental, do Mar Egeu, Mar de Mármara e Mar Negro.

International Tobacco PLC - London