FUMO E SAÚDE

Estudos estatísticos demonstram que os grupos de fumadores têm maior probabilidade de contrair algumas doenças em relação aos não fumadores: o fumo aumenta o risco de desenvolver cancro do pulmão, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e outros problemas de saúde. A gravidade dos danos está ligada à idade em que se começa a fumar, ao número de cigarros por dia, ao número de anos de fumo e à profundidade da inalação.

Como produtores de cigarros, sentimos a responsabilidade de evidenciar os riscos do fumo, prejudicial em todas as suas formas (cigarros, charutos, cachimbo, etc.) e consideramos que todos os consumidores adultos têm direito a ter todas as informações necessárias para efetuarem uma escolha consciente. Somos absolutamente contrários à venda de produtos de tabaco a menores. As nossas atividades de marketing são reguladas por rigorosas proibições e indicações.

FUMO PASSIVO
 
 

O fumo passivo é representado pela combinação no ambiente do fumo produzido pela combustão de um cigarro com o que foi inalado e expirado pelo fumador. Várias autoridades de saúde, entre as quais a OMS, concluíram que a exposição ao fumo passivo aumenta o risco de contrair graves patologias como cancro do pulmão e doenças cardíacas nos não fumadores. A International Tobacco apoia uma regulamentação que equilibre os interesses dos fumadores e dos não fumadores.

Acreditamos que os fumadores devem respeitar todos aqueles que os rodeiam e desaconselhamos de forma absoluta fumar na presença de recém-nascidos, crianças ou grávidas.

 

International Tobacco PLC - London